Lavagem de Dinheiro


Para muitos, o termo "lavagem de dinheiro" é uma alusão em transformar o dinheiro ilícito (ou sujo) em dinheiro lícito (ou limpo). O dinheiro sujo pode ser derivado de operações ilegais, como crime, tráfico de drogas, prostituição, jogo ilegal, extorsão, corrupção, etc.

O crime de lavagem de dinheiro passou a ser configurado internacionalmente só nos anos 80, no âmbito do combate aos narcotraficantes. No Brasil, somente em 1998, surge a primeira lei que trata especificamente desse tema (lei 9.613/98), com a tipificação do delito de lavagem de dinheiro. Nesse mesmo ano, foi criado o órgão do governo COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), para combater esse mal.

Alguns segmentos apresentam riscos mais elevados, como bancos, seguradoras, "factoring" e empresas financeiras, casas lotéricas e casas de jogos, comerciantes de antiguidade, arte ou joias, empresas de transporte aéreo, entre outras. Os donos dessas empresas e/ou os lavadores profissionais de dinheiro correm um enorme risco de serem considerados cúmplices de criminosos (traficantes, terroristas, assaltantes, sequestradores etc.).


Entre em contato
com nossos especialistas

Dispomos de um time de executivos pronto para atendê-lo, ajudando você e sua empresa na identificação das melhores soluções personalizadas. Contate-nos.


Sede São Paulo

+55 11 5181.0545 | +55 11 5181.1862 | Av. Dr. Chucri Zaidan, 1550 / conjunto 2502 CEP 040711-130 | São Paulo/SP | Brasil

Sede Porto Alegre

+55 51 3086.1800 | Av. Carlos Gomes, 466 / conjunto 501 CEP 90480-000 | Porto Alegre/RS | Brasil

Voltar
ao topo